carregando

Digite para pesquisar

Projeto Refloresta Santa Mônica avança para segunda fase

As mudas, plantadas na primeira fase, estão localizadas próximas ao Salão CTB

O Santa Mônica Clube de Campo, em seus 60 anos de história, tem como objetivo proporcionar aos seus associados bem-estar, saúde, contato harmônico com a natureza em seus espaços. Ao longo dos anos, diversas ações são realizadas para fortificar essa relação e para melhorar, ainda mais, a longevidade da fauna e da flora do Clube.

Em setembro de 2021, a Diretoria de Meio Ambiente deu início ao Projeto Refloresta Santa Mônica, que teve como propósito plantar 500 árvores nativas em diversas áreas do Clube. Agora, em fevereiro, o projeto avançará para a segunda fase.

E para que toda essa ação fosse possível, o Santa Mônica recebeu representantes da Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Colombo e do Instituto de Águas e Terras do Paraná – IAT, que vistoriaram diversos espaços do Clube, onde constataram que algumas espécies ofereciam riscos à saúde de outras plantas. O Pinus e os Eucaliptos, por exemplo, sugam muita água prejudicando o irrigamento das demais e, até mesmo, dos poços artesianos do Santa Mônica. Acima de tudo, ofereciam, também, aos associados e colaboradores, riscos de queda o que pode causar acidentes e prejuízos financeiros. A partir dessas visitas técnicas, foi possível delimitar quais árvores deveriam ser cortadas e em quais locais. Com isso, o Clube obteve autorização de poda e corte dessas espécies.

Segunda fase

No próximo dia 12 de fevereiro, a partir das 9h, a Diretoria de Meio Ambiente do Clube realizará a segunda fase do projeto com o plantio de 350 mudas de árvores nativas em diversas áreas e conta a participação dos associados Moniquenses e suas famílias.

Para o Diretor de Meio Ambiente, Rodolfo Maia Fonseca, essas ações têm como visão o futuro dos Moniquenses e do Santa Mônica. “Daqui 10 anos quem colherá os frutos serão as futuras gerações. O Refloresta garantirá a preservação da convivência harmônica de todos os associados e colaboradores com a natureza”, comenta.

Rodolfo explica ainda que essas ações seguem o Plano Diretor de Desenvolvimento que determina quais locais deverão ser plantadas as mudas. “Para participar dessa segunda fase, basta que o associado procure a Secretaria da Vida Rural, na data mencionada e retire a sua muda. Lá, você encontrará também as orientações de como e onde plantar. Espalhe essa ideia, faça a diferença na preservação e reflorestamento do Clube. Juntos podemos melhorar cada vez mais o bem natural mais precioso do ser humano”, conclui.

Notícias do Santa Mônica